A tecnologia não é neutra

Somos bem críticas em relação aos impactos atuais que as novas tecnologias trazem. E ainda assim, estamos aqui. Usando a internet e uma plataforma de distribuição para que nossas ideias cheguem até você. Isso porque acreditamos que a crítica é fundamental para que se possa evoluir. Por vezes descartando o que já existe, por vezes aprimorando e expandindo o que está dado.

Nós enxergamos os inúmeros benefícios, e, especialmente, os inúmeros potenciais que as novas tecnologias trazem. Somos otimistas, e por isso temos a convicção de que podemos avançar. Podemos usar a internet como ferramenta para a diminuição das desigualdades que vivemos, ao invés de perpetuá-las. Em realidade, podemos utilizar ferramentas tecnológicas para resolver problemas reais da vida dos 99%. 

Em 2019, 26 bilionários detinham o mesmo patrimônio que 50% da população mundial. Sim, 26 pessoas detêm a mesma riqueza que 3.8 bilhões de pessoas. E queremos falar sobre isso, pra que uma mudança seja possível. Esse gráfico mostra que a diferença de grana entre você que tá aqui lendo e o Elon Musk, é menor do que a distância do patrimônio do Elon Musk e do Jeff Bezos, dono da Amazon.

Criamos esse espaço pra que possamos falar sobre o preço que a sociedade paga pra que o Bezos possa ser um multi-bilionário. E também sobre monopólios na área de tecnologia, impactos sociais e ambientais de grandes corporações, a não neutralidade da tecnologia, solucionismo tecnológico e por aí vai. Queremos falar de tudo isso, dividindo o conhecimento que adquirimos trabalhando na área de tecnologia e também estudando política e economia. E aproximando de áreas como política e economia que, ao contrário do que muitos pensam, são áreas intimamente conectadas com tecnologia.

A gente obviamente não tem todas as respostas, mas temos dúvidas e questões que acreditamos que devem ser compartilhadas. Especialmente para que, aos poucos, possamos quebrar essa imagem que temos da tecnologia como algo mágico e sobrenatural, que paira sobre as nuvens e que precisa ser abraçada, amada e aceita, independente de qualquer coisa. (lembra até aquele livro do Arthur Clarke, o fim da infância). 

Decidimos ser as vozes dissonantes que ficam te lembrando que dos 7.75 bilhões de pessoas do mundo, 53% tem acesso à internet. Isso mesmo, só 53% das pessoas tem acesso a essa ferramenta que acreditamos que democratiza o acesso à informação. Essa ferramenta que de fato democratiza o acesso à informação – pra algumas pessoas. Os avanços tecnológicos, em geral, só são avanços pra quem pode pagar a conta.

Esperamos trazer textos que provoquem discussões e que pelo menos te façam repensar algumas certezas.Que te incitem a investigar e procurar respostas junto com a gente. Em especial, que te façam buscar a raiz dos inúmeros problemas que enxergamos: Porque só metade da população mundial tem acesso à internet? Como a tecnologia têm ajudado a aumentar a distância entre o mais rico e o mais pobre? Porque a área é dominada por homens? Porque celulares e computadores se destroem tão rápido? Entre tantos outros. 

 E que o que trouxermos aqui  te lembre, nesse tempo em criticar é tão mal visto, que a crítica é absolutamente necessária. É pelo olhar crítico que é possível ampliar, mudar rotas e progredir. 

No próximo texto: o que é a internet? 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s